Sexta-feira, 29 de Dezembro de 2006

Viagem de autocarro

    Viagens, passeios, caminhadas... momentos de reflexão.
   

    Momentos de misturas de sentimentos.
    Alegria
    Tristeza.
    Solidão
    Risos.
    Lágrimas.
    Suspiros.
    Pensamentos.
    Maluqueces.
    ...




    O que se faz numa viagem, o que se pensa, o que se quer...



Music: Black Eyed Peas - don't funk with my heart

Quarta-feira, 27 de Dezembro de 2006

Chocolate

    Quem é que não gosta de chocolate??
  Hum... Sabe tão bem..  E agora com o Natal toda a gente oferece nem que seja uma caixa de chocolates.. E depois, pessoas como eu, não resistem e comem.


    Baaaahhhhhhhhh ....



    E depois queixo-me que engordo, que cada vez estou mais gorda... (que seca.... até eu me farto de falar nisto!!!!)


    Eu sei que há muitas pessoas a dizerem que o chocolate até faz bem à saúde, e até à estudos que comprovam isso, mas mesmo assim, não deixa de engordar (ok, não é bem por causa do chocolate, mas isso agora não importa). E eu não deixo de o comer.




    Será que sou uma viciada em chocolate ??    

    

Sábado, 23 de Dezembro de 2006

'espírito natalício'

¦


    Quando penso no que tenho tão pouco mas ao mesmo tempo tanto.
   Quando no Natal digo, "Mãe, dá-me isto e isto", não penso que há pessoas que dariam tudo para ter um prato de comida, um cobertor para as aquecer, uma casa para se protegerem da chuva.
   

    Quando vejo na televisão as campanhas de Natal que se realizam para ajudar os mais necessitados, penso, "Bolas, porque é que isto só se faz agora?¿?"


.



    E o meu Natal... Eu sei que a minha mãe me queria dar mais prendas das que vai dar, mas surpreendentemente, acho que nem eu mesmo me importo. Eu tenho é saudades dos Natais que eram passados com muitas pessoas, mas especialmente do espírito que havia nesses tempo. Depois a família começou-se a separar, e as coisas começaram a mudar.


    Mas nesta situação sabe-me tão bem respirar fundo e pensar no que faço, pensar no que estou a perder, no que já perdi, e no que posso evitar perder.




    Sabe tão bem quando queremos viver a vida a 100%, quando queremos correr, saltar, gritar, brincar, falar, dançar, estar com as pessoas de quem gostamos.
    Quando queremos partilhar tudo com os outros, quando não somos esquicidos, nem ignorados.



    Mesmo que nem sempre tu estejas lá quando eu quero falar contigo, eu sei que não me vais esquecer.

¦



   FELIZ NATAL  

Sexta-feira, 22 de Dezembro de 2006

_ loSt tHoUghtS _

If some people say that write can help us, then I  hope that they're right, at least this time... But I also know that sometimes, when we say what we're thinking if get what we wish, even if there're only a few words getting out of our mouth.


What can I do if I know that I'm wrong, but I don't want to do nothing to deny it???


I think a part of you still loves me even though we're moving on.


It's been a while since I loved myself. God... So much time since I did it... :'(


I've lied to you in the same way that I always do.


I tried to be perfect but nothing was worth it.


Sometimes it's so crazy but nothing can save me of myself.


Some of us have so much, others have nothing.


I cannot say that if I get a second chance to do it again I wouldn't change it

The sweetest dreams never last forever.

We only have one life, one chance, one opportunity to do this rights.


Sometimes it's to late to go back time, so do what you have to do and say "THIS IS MY FIRST AND LAST CHANCE".






.

I feel: com um peso na consciência

Announced by Pukka às 19:23
link do post | Say sth about | Add 2 favourites
Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2006

_ perFeiÇão iMpErfeiTa _

    .

    Quando alguém me conhece não demora muito tempo para saber que um dos meus piores defeitos é ser perfeccionista, nem que um dos meus maiores desejos é seu perfeita. E depois de saber tudo isto também não leva muito tempo a descobrir que eu no fundo até sei que isto é tudo muito giro mas, impossível.



    Porque ser prefeita é uma ilusão, um desejo, uma vontade, um sonho, algo. Algo que se desfaz quando chega à realidade, como uma folha de papel se desfaz quando chaga ao oceano.
    E nesta realidade, há coisas que tenho que fazer, que nos meus sonhos de perfeição não existem.
    Há desculpas para pedir, amo-te e adoro-te para dizer, lágrimas que ficaram para chorar e sorrisos para dar.
    Há um céu cheio de sentimentos que nunca foram partilhados, porque pensei que eram os outros que o tinham de fazer, porque faze-lo era rebaixar-me , era fazer algo que só os outros estúpidos e quebradores de amizades fazem. Era algo pouco digno. Porque se não o fizesse era sinal que não magoava os outros, era sinal de que era perfeita.



    Mas um dia descobri que fazer isto é viver, é crescer, é ser perfeita. Que dizer o que penso, pedir desculpas, assumir os meus erros é ser eu mesma, é ser aquela com que sempre sonhei e sonho ser.
    Porque não é todos os dias que meto a mão na consciência e tiro de lá os meus defeitos  e os mostro aos outros para assim eles me ajudarem a ser melhor.






    Porque foi assim que aprendi a ser perfeita, ...
                                  sendo imperfeita.

***

Music: Green Day

Sexta-feira, 1 de Dezembro de 2006

Um assalto...

    Quem é que nunca foi assaltado? Ok, muita gente.
    Mas quem é que não conhece alguém que já o tenha sido? Ninguém!


    Pois, eu também já fui. E digo: Não é nd bom.
   

    ...
   

    Começando do início ...
    Na 4ª. feira de manhã, tive educação física, como tenho sempre às 4ª. de manhã.. E como sempre costumo deixar todos os meus valores dentro da minha mochila, pois eu penso, se a funcionária fecha os balneários, ninguém lá vai, logo as minhas coisas estão seguras. Mas as coisas não são bem assim...
    Naquela 4ª. feira as coisas foram um bocadito diferentes...
    O balneário foi invadido por alguém que acho muito bonito ir mexer nas coisas das outras pessoas e levá-las emprestadas para sempre e sem autorização.


    Quando eu e as minhas 5 colegas regressamos da aula, a Inês Frade bazou logo, eu e as outras 5 continuamos lá..
    Despimo-nos, vestimo-nos e eu vou para meter os meus brincos, que como sempre costumo deixá-los na minha carteira. Mas quando vou à procura da minha carteira, que é dela? Não estava lá. Eu voltei a procurar e finalmente disse: "Não tenho a minha carteira". Elas viram-se para mim e dizem para procurar melhor. A Beatrysa despeja-me a mala, mas eu sabia bem que ela não estava lá... Tinham-ma tirando.
    De seguida a Ana Santos diz, "Eu também não tenho a minha" e depois a Sandra diz: "Roubaram-me o telemóvel".

    Já ninguém tinha dúvidas que nos tinham roubado coisas. E eu tinha perdido a minha carteira...

    A minha carteira...
    ...

    Ok, tenho que admitir que por um lado nem me importei, também queria comprar uma nova, mas como aquela ainda estava boa, não podia. Assim já tenho um motivo para o fazer. E depois, só tinha lá 0.05€. Mas mesmo que tivesse mais isso não era o mais importante para mim..
    Primeiro, porque tinha lá os meus brincos, sendo um deles o meu favorito. Segundo tinha lá os cartões de estudante desde o meu 5º. ano e por último, o mais importante, as fotografias da minha família e dos meus amigos. A fotografia do meu pai. A única que tinha até então...

    No momento em que entrei em mim, e me apercebi que era a foto do meu pai, não ocnsegui conter as lágrimas... foi como se algo tivesse desabado à minha volta. E para dizer a verdade, desabou... As minhas fotos estavam perdidas, estão sei lá com quem... Nem sei o que lhes fizeram... Mas sei que me magoaram muito...


=(
:'(
Music: by Red Hot Chili Peppers

Announced by Pukka às 20:40
link do post | Say sth about | Add 2 favourites

●More about me


See me

To be my friend

. 8 seguidores

●Trying 2 find

 

●Dezembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19

21
22
23
24
25
26
27

28
30
31


●Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

●Not to long ago i wrote...

Far Away

Take 1 - finished

All i know is that it las...

Nós e o resto.

Capta o momento

Someone to ...

Only this.

The first of the year.

One call away

Nothing 2 say

●Old stuff

Dezembro 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

●tags

todas as tags

●Favourites

16 years ago the possible...

...

Reflexão ou sentimento de...

SAPO Blogs

●subscrever feeds